Q

Visite a distância 5 museus brasileiros que tratam da temática indígena

PUBLICADO EM August 17, 2020

Acervos e exposições virtuais permitem conhecer a história, a cultura e a arte dos primeiros habitantes do país; vídeos, plataformas online e pesquisa de imagens são alguns dos recursos disponíveis

 

Em época de pandemia, em que os museus estão fechados para as visitações presenciais, é possível conhecer obras e percorrer exposições virtualmente. Alguns museus brasileiros são focados na temática indígena ou têm parte do seu acervo dedicado ao tema. Conheça algumas dessas instituições e passeie de modo virtual por seus edifícios, coleções e mostras.

Museu do Índio – Rio de Janeiro (RJ)

– Acervo etnográfico dos povos indígenas

http://tainacan.museudoindio.gov.br/

O acervo digital possui cerca de 20 mil itens. São peças de uso ritual e cotidiano e expressões da cultura material de cerca de 150 povos que viveram e vivem no território brasileiro. Dá para pesquisar as imagens por categorias — como objetos rituais, mágicos e lúdicos; adornos plumários; armas; cerâmica; cordões e tecidos; e instrumentos musicais e de sinalização — e por povos indígenas. Cada item vem acompanhado de uma ficha, com descritivo, matéria-prima utilizada, local de origem e língua, entre outras informações.

– Exposições virtuais

http://www.museudoindio.gov.br/visitas/visita-virtual

Entre as exposições virtuais do Museu do Índio estão “A presença do invisível” (Vida e ritual entre os povos indígenas do Oiapoque), “Ritual da imagem” (Arte Asurini do Xingu) e “Impressões e movimento, os Mbya no Rio de Janeiro” (Guarani Mbya).

– Visita virtual pelo Google Arts & Culture: https://artsandculture.google.com/partner/museu-do-indio?hl=pt-br

Centro Cultural dos Povos da Amazônia – Manaus (AM)

https://cultura.am.gov.br/portal/visita-virtual/#close

Entre outras atividades, o espaço conta com exposições temporárias e permanentes sobre o cotidiano amazônico e com acervos da Fundação Nacional do Índio (Funai), com destaque para máscaras indígenas, adornos, canoas, esteiras, fragmentos arqueológicos e cerâmicas com peças e artefatos variados. Na visita virtual, no vídeo 1, é possível apreciar obras da arte e cultura indígena regional, como as redes, utensílios e esculturas em madeira. O vídeo 2 mostra o Museu do Homem do Norte, localizado no mesmo centro cultural e focado nas características e na cultura dos povos ribeirinhos e indígenas.

Memorial dos Povos Indígenas – Brasília (DF)

https://www.youtube.com/watch?v=kX4rZw9B2TM

Projetada por Oscar Niemeyer, a construção remete às aldeias circulares dos índios Yanomami. No acervo, há peças representativas de várias tribos, como a arte plumária dos Urubu-Kaapor, bancos de madeira dos Yawalapiti, Kuikuro e Juruna e máscaras e instrumentos musicais do Alto Xingu e Amazonas, e objetos doados por antropólogos, como Darcy Ribeiro, Berta Ribeiro e Eduardo Galvão.

Museu de Arte Indígena – Curitiba (PR)

https://www.youtube.com/watch?v=6qPVf2vK40E

https://www.youtube.com/watch?v=03oS58I4rNo

Primeiro museu privado do Brasil dedicado exclusivamente à produção artística dos indígenas brasileiros. O acervo inclui arte plumária, cerâmica, cestaria, instrumentos musicais, máscaras ritualísticas, bancos, adornos e objetos utilitários. Além dos vídeos do YouTube que apresentam o museu, o visitante pode conhecer as obras pelo site (http://maimuseu.com.br/site/acervo_mai/), selecionando-as por filtros como etnia, objeto, estado e material.

Exposição digital “A câmera é nossa arma”, sobre os índios Kayapó

https://archaeology.columbia.edu/video-guerreiros-kayapo/#inbox/_blank

Realização do Museu Americano de História Natural (AMNH), do Programa de pós-graduação em Antropologia de Museus da Universidade de Columbia, ambos em Nova York (EUA), e do Museu Paraense Emílio Goeldi, em Belém (PA). Retrata a luta dos Kayapó por seu território, soberania e cultura e como se apropriam de tecnologias para defender a sua história. Inclui fotos e vídeos produzidos pelos próprios indígenas e entrevistas com lideranças.

Compartilhe