Habilidades socioemocionais ajudam estudantes na retomada das aulas presenciais - BEĨ Educação
    Array
(
    [0] => :
    [1] => 
    [2] => beieducacao.com.br
    [3] => habilidades-socioemocionais-ajudam-estudantes-na-retomada-das-aulas-presenciais
    [4] => 
)
  
Q

Habilidades socioemocionais ajudam estudantes na retomada das aulas presenciais

PUBLICADO EM November 19, 2020

Adaptar-se a novas regras e lidar com os impactos da pandemia em várias esferas, incluindo a vida escolar, exigem dos jovens resiliência, empatia e autoconfiança

A aprendizagem socioemocional vai além da dimensão cognitiva e se refere aos processos de reconhecer e regular as próprias emoções, saber se relacionar de forma saudável com as pessoas e fazer escolhas conscientes. Entre outros aspectos, são trabalhados o autocontrole, a comunicação, a cooperação, a empatia e a tomada de decisões responsáveis. Essas habilidades, que já eram fundamentais para uma educação integral, ganham ainda mais relevância no contexto da retomada das aulas presenciais. Veja como algumas dessas competências podem contribuir para um retorno mais acolhedor e produtivo.

Empatia e colaboração

Colocar-se no lugar de outra pessoa e experimentar seus sentimentos e pontos de vista — por exemplo, como ela viveu a experiência da quarentena e se perdeu pessoas próximas — é fundamental para dar apoio e oferecer ajuda neste momento. Ter compaixão pelos outros favorece a criação de laços afetivos, e esse “estar junto” torna mais fácil passar por situações delicadas. Os estudantes podem exercitar a empatia, a colaboração e a cooperação com seus colegas de classe, auxiliando aqueles que precisam tanto de amparo emocional como de um suporte para recuperar conteúdos escolares.

Resiliência

Na volta às aulas, ainda com muitas limitações em relação à frequência à escola, ao uso dos espaços e aos contatos com os colegas, muitas vezes as coisas não vão acontecer como os alunos gostariam. Para suportar frustrações, lidar com as adversidades e manter o equilíbrio em momentos de dificuldade e incerteza, é preciso saber lidar com as emoções e ter autocontrole. Manter a calma e diminuir a impulsividade favorecem atitudes mais positivas e a busca da melhor maneira de resolver os possíveis problemas.

Decisões responsáveis

Fazer escolhas conscientes significa avaliar as consequências das decisões que tomamos. Ao seguir os protocolos sanitários, os estudantes não estão apenas cuidando da sua saúde, mas respeitando a coletividade e zelando pela integridade de todos. Usar corretamente a máscara, manter o distanciamento social e cumprir as demais medidas adotadas pela escola são maneiras de  demonstrar que estão agindo com responsabilidade e generosidade e fazendo escolhas construtivas que visam ao bem-comum.

Autogestão

Habilidades como organização, determinação, autoconfiança e persistência são fundamentais para os alunos lidarem com os diferentes impactos provocados pela pandemia na vida escolar. Por exemplo, na recuperação de conteúdos que eventualmente não tenham sido aprendidos de maneira satisfatória.

Comunicação

As escolas têm organizado atividades de acolhimento e escuta a toda a comunidade — alunos, professores, gestores e familiares. É importante que os estudantes consigam se comunicar com clareza e assertividade e expressar as experiências vivenciadas durante a quarentena, suas necessidades e expectativas futuras. Muitas desses temas podem nortear as ações da escola e levar a um retorno mais satisfatório para todos.

Compartilhe
Educador - QR CODEEstudante - QR CODE