Estabelecer metas ajuda o jovem a se preparar para o futuro profissional - BEĨ Educação
    Array
(
    [0] => :
    [1] => 
    [2] => beieducacao.com.br
    [3] => estabelecer-metas-ajuda-o-jovem-a-se-preparar-para-o-futuro-profissional
    [4] => 
)
  
Q

Estabelecer metas ajuda o jovem a se preparar para o futuro profissional

PUBLICADO EM October 7, 2021

Planejamento, foco e flexibilidade são algumas ferramentas que ele pode usar para se sentir mais preparado ao longo do tempo

Ainda nos anos iniciais da escola, algumas crianças já sabem qual profissão querem exercer. Sonham em se tornar médicos, professores, atletas, artistas… e fazem uma série de planos para “quando crescerem”. Mas também existe outra parcela que chega no Ensino Médio sem ter decidido a carreira que irá seguir. Sentem que a decisão é muito complexa, não se imaginam exercendo nenhuma profissão ou gostam de muitas opções e não sabem como fazer a “escolha certa”.

A questão é que, mesmo sem ter certos pontos definidos, é importante que o jovem comece a criar algumas metas. Saber aonde se quer chegar ajuda a se preparar para os desafios da vida adulta. E a partir do momento em que o estudante começa a traçar pequenos planos, os maiores se tornam mais fáceis.

Por exemplo, se ele não sabe exatamente qual carreira deseja seguir, pode eliminar profissões que não combinam com o seu perfil; pesquisar quais cursos têm disciplinas que acha interessantes; conversar com profissionais que já estão no mercado de trabalho; procurar ajuda de um orientador profissional; visitar universidades; ver vídeos sobre as profissões… enfim, são inúmeros pequenos passos que ele pode dar para estar mais preparado quando tiver que tomar uma decisão.

Por mais simples que essas metas pareçam, elas darão as ferramentas necessárias para que o aluno possa exercitar sua autonomia, sua confiança e seu autoconhecimento e se sentir mais seguro para fazer uma escolha.

Mas é importante lembrar que as decisões, principalmente quando falamos de carreira, não são definitivas. É possível ajustar a rota, mudar de opinião, achar que determinado plano não faz mais sentido ou simplesmente querer algo diferente. Logicamente, a decisão deve ser analisada com calma e maturidade, mas a flexibilidade deve fazer parte de objetivos a longo prazo.

Nesse contexto, a escola tem um papel fundamental e pode ajudar os jovens na criação das metas flexíveis. Oferecer orientação profissional, um serviço interno de psicólogos e até atividades que estimulem o pensamento crítico sobre a escolha da carreira são estratégias que fazem toda a diferença. Dessa forma, um processo que era visto como complexo, longo e árduo, torna-se mais natural, direcionado e até divertido.

Compartilhe
Educador - QR CODEEstudante - QR CODE