Cultura digital e sua influência no modo de ensinar e aprender - BEĨ Educação
    Array
(
    [0] => :
    [1] => 
    [2] => beieducacao.com.br
    [3] => cultura-digital-e-sua-influencia-no-modo-de-ensinar-e-aprender
    [4] => 
)
  
Q

Cultura digital e sua influência no modo de ensinar e aprender

PUBLICADO EM October 19, 2021

O aproveitamento de tecnologias em sala de aula muda a forma como os alunos encaram os estudos

Para atender as demandas da geração que já nasceu com computadores, smartphones e tablets ao seu redor, os chamados “nativos digitais”, é preciso incorporar os avanços tecnológicos ao processo de aprendizagem, tornando-o ainda mais significativo. É nesse contexto que surge a importância da cultura digital na educação.

Cultura digital consiste em integrar a realidade com o mundo virtual. E quando tratamos especificamente de educação, o objetivo é explorar as tecnologias em práticas pedagógicas. Muito além de slides e vídeos em aula, a ideia é que as escolas incorporem as novas ferramentas no processo de ensino-aprendizagem. Mas também é importante não deixar de lado o olhar crítico sobre os recursos tecnológicos, gerando reflexões sobre o uso indiscriminado e a forma como impactam a sociedade.

Dessa maneira, o ambiente escolar, onde o aluno passa boa parte de seu tempo, não se torna tão dissonante do que ele vive no resto do dia. Como esses jovens já nasceram imersos nas tecnologias digitais, eles sentem uma atração natural por esses recursos, além de se sentirem familiarizados e terem facilidade para manuseá-los.

E, por esse mesmo motivo, estão acostumados a acessar uma quantidade muito grande de informações em questão de segundos. Enquanto jogam online, conversam com os amigos, respondem uma mensagem dos pais, ficam sabendo do que está acontecendo no mundo e deixam a televisão ligada em uma série. Então, qual é a melhor forma de conseguir prender a atenção deles durante as aulas? Explorar justamente esse anseio por novas descobertas e estímulos.

As ferramentas tecnológicas podem otimizar desde a apreensão dos conteúdos até a forma como os trabalhos e avaliações são realizados. A rotina dos professores também se torna mais produtiva, pois eles podem planejar suas aulas de uma forma mais rápida e explorar uma série de recursos que estão à disposição para, por exemplo, facilitar o ensino de temas mais complexos. E por dominarem melhor as plataformas, os estudantes conseguem ter uma postura mais ativa e ousar nas inúmeras possibilidades que as ferramentas tecnológicas oferecem.

Assim, seja em uma apresentação, nos estudos do dia a dia ou em uma atividade escolar, os jovens podem ser mais criativos e explorar maneiras mais divertidas e interessantes de aprender tirando proveito de algo que já está no DNA dessa geração: a tecnologia e os recurso digitais.

 

 

 

Compartilhe