Q
Aprendendo a viver na
Cidade
EFII – ANOS FINAIS - ENSINO MÉDIO
FORMAÇÃO SOCIOEMOCIONAL, COOPERAÇÃO E COMUNIDADE

Os jovens brasileiros não estão sendo formados para assumir o protagonismo e intervir na cidade em que vivem. Essa constatação pauta o projeto APRENDENDO A VIVER NA CIDADE. O projeto apresenta uma abordagem inovadora ao discutir com os jovens sua participação em um mundo cada vez mais urbanizado.

O que é cidade? Como se faz a cidade? Quem faz a cidade? A partir dessas questões básicas, o programa explora a história das aglomerações urbanas no Brasil e no mundo, abordando os conceitos relacionados ao urbanismo e estimulando o raciocínio crítico para a formação de cidadãos conscientes e participativos na construção de seu entorno.
É fundamental que a temática sobre a cidade, que contempla todo tipo de vivência urbana, seja aprendida desde cedo nas escolas.

É importante que os jovens estejam não só integrados a seu espaço, mas também mobilizados na busca de soluções para seus problemas.
A abordagem tem um caráter interdisciplinar, abarcando geografia, história, sociologia, política, artes, meio ambiente, economia e direito, entre outras áreas.

As atividades propostas instigam o jovem a assumir responsabilidades e lhe dão ferramentas para que ele crie, coletivamente, alternativas ao ambiente em que vive.
O projeto é voltado para escolas que procuram estimular no aluno o pensamento crítico a respeito de temas do seu cotidiano e que pretendem formar jovens aptos a enfrentar os desafios das cidades do século XXI.
Um guia para o exercício da cidadania

O material, que adota a metodologia de ensino orientada para projetos, e é alinhado à BNCC, é composto por:

a
Livro do Aluno e Professor
e
Plataforma Digital
b
Implantação
c
Assessoria Pedagógica
d
Formação Continuada de Professores Baseada em projetos e competências essenciais
s